sexta-feira, abril 13, 2007
"shut up i'm dreaming..."
ora que queremos tornar este lugar num mercado de sonhos. haverá pregões a sonhos fresquinhos, dos bons e dos quentinhos? dirão alguns: compre senhora, compre que é barato. olhe que é sonho de qualidade, fabricado em portugal... (esta é lá terra de sonhos!) outros, desconfiados, dirão: hoje não se fia, amanhã talvez... haverá sonhos de contrabando, receosos da polícia das utopias? haverá sonhos frescos prontos a serem limpos, despinhados (sempre gostei de inventar palavras... e se não é inventada, é todo um acaso), despedaçados e prontos a guisar, com sabedoria cortada em rodelas finas, ilusão e sacrifício qb.

os sonhos não se vendem. partilham-se. os sonhos não se vendem. semelham-se. os sonhos não se vendem. trabalham-se... e os sonhos não se compram. nascem connosco...

bem... quanto pagam pelo meu sonho de dar a volta ao mundo, percorrer os 240 e tantos países que existem, experimentar todo o tipo de carnes e animais... eu arriscaria a própria carne humana... conhecer todo o tipo de pessoas e personagens... talvez evitasse os canibais... espero boas ofertas...
 
Lavrado por xico at sexta-feira, abril 13, 2007 | Permalink |


4 Comments:


At 5:46 da tarde, Blogger Ice-device

ofereço companhia

 

At 6:16 da tarde, Blogger [sara]

Mr. Sandman, bring me a dream
Make him the cutest that I've ever seen
Give him two lips like roses and clover
Then tell him that his lonesome nights are over...

 

At 1:41 da tarde, Anonymous Mata-Hari

Eu COMPRO... eu COMPRO!!!! Mas só se o sonhador vier comigo...

 

At 4:04 da tarde, Anonymous Anónimo

Eu queria parar de sonhar.